44361_15050612791_thumb-5-3        44361_15050612780_thumb-5-3        44361_15050612802_thumb-5-3

O Atlético Paranaense e a FUNCAP homenagearam, na partida deste domingo (10), o Sr. Wataru Ogawa, sobrevivente do ataque com bomba atômica ocorrido no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial, há 72 anos.

A ação levou ao estádio atleticano o filho de Wataru, que por conta de problemas de saúde não pôde comparecer. Naoki Ogawa recebeu das mãos do Presidente do Conselho Administrativo do Clube, Luiz Sallim Emed, uma placa de homenagem ao seu pai.

“Ele [Wataru] jamais imaginaria que um clube de futebol do porte do Atlético Paranaense faria uma homenagem a um sobrevivente da bomba atômica. Nem os japoneses, lá do Japão, fizeram isso”, revelou Naoki, que é membro da Associação das Vítimas e seus Descendentes de Explosão de Bombas Atômicas.

Para o presidente do Furacão, esta ação de paz é importante para a sociedade. “Ainda restam sobreviventes dessa grande tragédia. Estamos homenageando este grande representante da paz. O exemplo de Hiroshima é muito bonito para valorizar a paz entre povos”, afirmou Sallim.

Além de Naoki, outros integrantes da associação, assim como do Consulado Japonês, estiveram presentes no estádio e assistiram ao jogo de um dos camarotes. Membros da associação também distribuíram origamis na entrada do estádio atleticano, como parte da ação “72.000 Tsurus Pela Paz”.

“Eles são sobreviventes e descendentes dos sobreviventes. Não querem que o mundo esqueça a nossa experiência de bomba atômica. Isso tem muita a coisa a ver com o futebol. O objetivo do futebol também é a paz. Então, agradecemos ao Atlético Paranaense pela colaboração. Eles estão entregando origami de Tsuru e ele é um símbolo da paz, dos sobreviventes da bomba atômica. Isso simboliza que estamos querendo construir a paz através do futebol”, contou Hajime Kimura, Cônsul Geral do Japão em Curitiba.

Com o caráter social, a ação é importante para a FUNCAP, que organizou a ação. Roberto Bonnet, 2º Secretário do Conselho Deliberativo, comemora a vinda dos representantes de Wataru, da cidade de Frei Rogério, em Santa Catarina.

“Para relembrar os 72 anos das duas bombas atômicas, em Hiroshima e Nagasaki, que foram nos dias 6 e 9 de agosto, nós trouxemos o pessoal do Consulado do Japão e da cidade de Frei Rogério, em Santa Catarina, que tem uma colônia japonesa muito forte. Com isso, nosso intuito é mostrar que a paz precisa estar em todos os momentos de nossa vida”, concluiu Bonnet.

日本語訳


Deixe um comentário

Digite seu nome. Por favor insira um endereço de e-mail válido. Por favor, escreva uma mensagem.